top of page

DIMENSIONAMENTO DE FUNDAÇÕES TIPO TUBULÃO A AR COMPRIMIDO - ESTUDO DE CASO

O presente estudo apresenta um projeto geotécnico e estrutural de tubulões, destinado ao viaduto do km 8+700 (Criciúma Sul) da BR-101/SC. Com base nas informações da obra executada (geologia local, tipo de estrutura, projetos e investigações técnicas realizadas) elaborou-se o perfil estratigráfico estimado do solo de fundação e determinou-se a cota de assentamento do mesmo. Devido à presença de água próxima a superfície do subsolo, o tubulão deverá ser executado com o auxílio de uma câmara de ar comprimido. Utilizando os parâmetros de Resistência à Compressão Simples (RCS) da rocha (folhelho síltico), situado no local da obra, determinados por Martins (2008), aplicou-se um tratamento estatístico nos dados disponíveis e determinou-se a resistência da rocha a ser adotada no projeto. No dimensionamento geotécnico, aplicou-se o método de Joppert Jr. (2007), para determinar o diâmetro do fuste, e o método de Terzaghi (1943) de dimensionamento de fundações rasas, para determinar o diâmetro da base do tubulão. Para o dimensionamento estrutural, utilizou-se o método do pilar-padrão com curvatura aproximada. Com as fundações dimensionadas, realizou-se uma análise comparativa de custos com a solução do DNIT, a qual demonstrou que há uma significativa redução nos custos de implantação, quando se adota a solução de fundação apresentada nesse trabalho. Ao final, elaborou-se o projeto geotécnico e estrutural de fundações.


Palavras-Chave: Tubulões, Resistência à Compressão Simples e projeto geotécnico e estrutural de fundações.




whatsapp-image
bottom of page